18 novembro, 2007

 fotografiafalada


Teatro Sá da Bandeira
(© Inês d`Orey)
O Sá da Bandeira é um teatro do Porto que ainda não foi transformado numa coisa horrível, como muitos sítios estão a ser transformados no Porto. Está meio decandente. Eu sei que vão fazer obras e por isso fiquei mesmo contente por ter conseguido fotografar antes da mudança acontecer. Tenho alguma nostalgia dos espaços, principalmente dos cafés que estão a perder-se.

(Inês d`Orey)

Porto interior
FNAC NorteShopping, Porto

Até 4 de Janeiro

11 comentários:

miguel disse...

Nao sei porque ainda se insiste nesta apologia do banal. Este é um projecto que nada traz de novo... É tao necessário como um álbum de família: cheio de emotividade mas sem sentido fora da intimidade doméstica...

Ainda bem que isto só acontece de 5 em 5 posts...

Anónimo disse...

De facto este trabalho é tão fraco como os textos que acompanham as imagens. Custa a creditar que alguém dê espaço a isto, muito menos um blog que fala de arte.

Victor Rodrigues

anónimo devidamente identificado disse...

É sempre tão fácil falar mal do que os outros fazem... principalmente quando quem critica nunca fez nada que se apresente!

miguel disse...

Está enganado, caro "anónimo devidamente identificado"... Fala do que não sabe e por isso mais valia poupar-nos à sua cruzada em defesa da banalidade fotográfica... Para isso já cá temos o BES!

Sofia Silva disse...

Ui... que destas discussões também gosto eu. Partilho da sua opinião Sr "Anónimo Devidamente dentificado". Não sei de onde vem tanta arrogância para que as pessoas desatem a dizer mal de tudo. Essa tão falada apologia da banalidade faz parte da história da arte e é uma vertente muito estudada e trabalhada na fotografia contemporânea, sobretudo a nível do jogo de encenações do real. E o facto de não compactuarmos com os jogos mercantis do BES não faz com que automaticamente todo o trabalho por eles divulgado seja banal, frívolo ou desinteressante. Por favor, poupem-se insultos a fotógrafos como o José Luis Neto...

Tiago disse...

Sou um anonimo chamado Tiago Cação e, e, como leitor assiduo deste blog, confesso que estou um bocado cansado da Inês.
Quanto aos Jogos mercantis do BES, epá, trata-se de uma instituiºão Bancária, nada mais tenho a Dizer.

Aqui a culpa é do autor do Blog, não da Inês.

Anonimamente e cheio de sono, Tiago Cação

miguel disse...

Estimada Sofia: nao se trata de arrogancia nem de dizer mal de tudo. Apenas discordo desta insistência num trabalho, que como o tiago disse, já está mais do que visto...
(Quanto à atitude do BES, parece-me no seu todo altamente criticável. Escolher como juris, comissários de exposiçoes de artistas que em seguida sao premiados parece-me desvirtuar todo o processo... Razao e coragem teve o Nozolino!)

Sofia Silva disse...

Caro Miguel, só para dizer que no que diz respeito ao BES estamos mais ou menos de acordo. Mas o caso do Nozolino, entre outros, não tem propriamente a ver com coragem. Mas adiante, cada um saberá que espaços escolhe para mostrar o seu trabalho. Crítico as opções mas não crítico o trabalho dos fotógrafos em função disso.
Quanto a possíveis culpas atribuídas ao autor deste blog.... francamente... não precisamos de apontar o dedo a ninguém para fundamentar as nossas ideias.

Anónimo disse...

Ò Sérgio, começamos a ficar todos um "pouco" fartos desta intermitência no seu blogue chamada Inês d'Orey... É que se ao menos valesse a pena... A rapariga pelos vistos queria ser arquitecta, ou é, não sei, é o que me dizem as imagens. Mais nada. Só o facto de serem PROFUNDAMENTE banais, e de, ridiculamente, serem, ainda por cima, "photoshopadas", numa tentativa de uniformização, tanto no sentido de as tornar mais "bonitinhas" ("equilibradas", rugosas"), como de lhes dar, enquanto todo, um conceito, um fio que claramente não existe.
Se a base são más fotografias, ornamentá-las desta forma patética só aviva o desastre.
Terrivelmente mau.
A autora não merece nem 1/4 da atenção que este país de modinhas e quintinhas lhe dedica. E, para bem dos nossos olhos, por favor, dedique-se a outra coisa qualquer.

Anónimo disse...

Qual o motivo de tanto alarido? Porque o autor do blog resolveu fazer alguns posts sobre a mesma fotógrafa (coisa que já tinha feito com outros fotógrafos e exposições)? Quem não gosta não vê!

Anónimo disse...

tibia money tibia gold tibia item runescape money runescape gold tibia money tibia gold runescape gold runescape accounts tibia gold tibia money runescape money runescape gp buy runescape gold tibia gold tibia item buy runescape money runescape gold runescape items tibia money tibia gold

 
free web page hit counter