12 abril, 2011

Manuela Marques


Manuela Marques, In Situ, 2009 © Manuela Marques/Galeria Caroline Pagès





Manuela Marques, portuguesa radicada em Paris, é a vencedora do BesPhoto 2011, o maior prémio de fotografia atribuído em Portugal (40 mil euros).

O júri que escolheu o trabalho de Manuela Marques (Tondela, 1959) foi composto por Agustin Pérez Rubio, director do Museu de Arte Contemporânea de Castilla y León, pelo curador Jean Hubert Martin e por Awam Ampka, director de Estudos Africanos da Universidade de Nova Iorque.

A artista expõe regularmente em França desde há 20 anos. No ano passado realizou uma grande exposição individual (Cour intérieure) no Festival Photo Levallois. Em 2006, foi alvo de retrospectiva (Manuela Marques: 1997-2006) no Centre Photographique d’Ile de France, Pontault-Combault.

Em 1993, a galeria do Porto ImagoLucis (dedicada à fotografia) expôs pela primeira vez imagens suas em Portugal. Quase dez anos depois, em 2002, foi a vez dos Encontros da Imagem de Braga mostraram o seu trabalho. O júri de selecção justificou a sua escolha para o grupo de finalistas com "a sua poética da intimidade" expressa, por exemplo, na exposição In Situ realizada na Galeria Caroline Pagès, em Lisboa.

A exposição com trabalhos dos finalistas da edição deste ano (o português Carlos Lobo, o brasileiro Mauro Restliffe, o angolano Kiluanji Kia Henda e o moçambicano Mário Macilau) podem ser vistos no Museu Colecção Berardo até Junho.

Manuela Marques sucede a Filipa César, Edgar Martins (2008), Miguel Soares (2007), Daniel Blaufuks (2006), José Luís Neto (2005) e Helena Almeida (2004).

2 comentários:

Anónimo disse...

Uma rectificação a fazer: Manuela Marques expôs na ImagoLucis, Porto, em 1993 e não a primeira vez nos Encontros em Braga.
AL

Sérgio B. Gomes disse...

Está feita a correcção. Obrigado.

 
free web page hit counter