18 junho, 2009

Estranhos

© Juan Manuel Castro Prieto


Aguardo com expectativa a exposição Estranhos de Juan Manuel Castro Prieto na [Kgaleria]. Maravilhei-me muito recentemente em Madrid com Etiopía, retrato pleno, sensível e pungente do mosaico que é este velho país dos "caras queimadas".

Eis a apresentação da mostra feita pelo comissário:

Estranhos é um magnífico exemplo da coerência que Juan Manuel Castro Prieto construiu entre 1983 e 2007. Trata-se de um período de marcado carácter intimista, fundamental no processo de amadurecimento de uma obra poliédrica que explora a memória com base nos vestígios latentes que habitam os seus espaços pessoais e familiares. Castro Prieto cria cenários oníricos a partir da vida quotidiana, denotando uma relação de profunda intimidade com a literatura. Nesta exposição torna-se visível o fio condutor que atravessa toda a sua obra. Assim, o sexo e a morte coexistem nalgumas das suas imagens como uma dualidade que evidencia um certo fatalismo na sua relação com a vida, e são também uma reivindicação lúdica da existência. Por fim, através da infância, o autor mergulha nesse território ambíguo que é o trânsito para a adolescência: um tempo de abstracção e de primeiras introspecções.

Alejandro Castellote

Estranhos, de Juan Manuel Castro Prieto
[Kgaleria], Rua da Vinha 43A – Bairro Alto, Lisboa
De qua. a Sáb das 15h às 20h (excepto feriados)
De 2 a 31 de Julho

1 comentário:

Troca Letras disse...

Peço a todos que gostam dos animais e que querem os ver a terem uma vida feliz e digna, que ajudem a constituição do Partido Pelos Animais, dando a vossa assinatura e recolhendo também a dos vossos amigos e familiares.

Mais pormenores em:
http://troca---letras.blogspot.com/

 
free web page hit counter