24 maio, 2006

Vende-se

Denise Colomb, Arpad Szenes e Vieira da Silva


"É possível que este leilão seja um marco e que os valores das obras, de futuro, se venham a estabelecer de acordo com os padrões agora estabelecidos"
António Barreto

167 anos. Passaram 167 anos desde que o académico François Arago deu a conhecer ao mundo a invenção da fotografia na Academia das Ciências de Paris. Que se saiba, desde essa data, nunca em Portugal se tinha promovido uma venda organizada de imagens fotográficas e materiais a elas associado como o leilão que a Potássio 4 em boa hora resolveu agendar para o dia 1 de Junho. Uma coisa que pode até nem ser assim tão estranha se pensarmos na nossa queda para votar ao abandono muito do património imagético (e não só) que nos dá corpo e nos ajuda a esboçar uma identidade cultural.
O leilão da Potássio 4 (empresa dedicada aos materiais de conservação e restauro de obras de arte) apresenta 300 lotes de imagens portuguesas e estrangeiras dos séculos XIX e XX (até aos anos 70) que, no que diz respeito ao suporte, vão desde os primórdios da fotografia (daguerreótipos, ferrótipos, ambrótipos, albuminas) até às técnicas mais recentes.
Entre os fotógrafos representados, há algumas "estrelas" que brilharão mais do que outras: Carlos Relvas e a planície ribatejana; Fracesco Rocchini e as vistas de Lisboa; Augusto Bobone e os retratos da monarquia; família Novaes e a fotografia como negócio; Emílio Biel e os caminhos de ferro; Joshua Benoliel e as ruas de Lisboa; San Payo e o rosto do Estado Novo; Alvão e as vinhas do Douro; Horácio Novaes e o "espírito" do Estado Novo; Mário Cabrita Gil e os rostos de quem nos projecta; Denise Colomb e os olhares cruzados de Arpad Szenes e Vieira da Silva.
Como nem só de estrelas se faz o céu, há lotes menos dados a vedetismos que enquadrados noutros pontos de vista (documental, histórico, geográfico, etnográfico, sociológico) se revelam também interessantes e muito mais baratos.
No campo dos livros, o destaque vai para Lisboa, Cidade Triste e Alegre, de Costa Martins e Victor Palla (recentemente falecido), uma das obras mais marcantes da história da fotografia no nosso país.
Nos dois dias que antecedem o leilão, os interessados poderão ver todos os lotes na loja da Potássio 4, no Centro Cultural de Belém, onde o catálogo também está à venda.

Leilão de Fotografia - Imagens Portuguesas e Estrangeiras do séc. XIX e XX.
Leilão: 1 de Junho de 2006 - Centro de Reuniões do Centro Cultural de Belém, Sala Laman
Exposição: 30 e 31 de Maio, das 10 às 20 horas - Centro Cultural de Belém, módulo 3, loja 4, Lisboa
Catálogo: Leilão de Fotografia - Imagens Portuguesas e Estrangeiras do séc. XIX e XX, ed. Potássio 4, Abril 2006, Lisboa. 10 euros.
Mail: info@p4photography.com
Tel: 213621894

6 comentários:

Anónimo disse...

Very pretty design! Keep up the good work. Thanks.
»

Anónimo disse...

This site is one of the best I have ever seen, wish I had one like this.
»

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Here are some links that I believe will be interested

Anónimo disse...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

Anónimo disse...

Hmm I love the idea behind this website, very unique.
»

 
free web page hit counter